Trajes de natação: conheça a história e a evolução

A história e a evolução dos trajes de natação

Roupa de banho ganhou tecidos inovadores que melhoram o desempenho do atleta

A natação é um esporte olímpico altamente competitivo, com disputas bastante acirradas. Cada milésimo de segundo conta e faz diferença na conquista de uma medalha ou na quebra de um recorde. Aliás, esses são sonhos e objetivos de muitos dos atletas de ponta de todo o mundo: cravar o nome na história entre os melhores e mais rápidos nadadores.

Se, antigamente, apenas o braço e o fôlego eram decisivos para uma vitória, hoje em dia, a tecnologia aliada ao esporte pode colaborar para melhorar o desempenho dos esportistas. A questão ainda gera polêmicas, uma vez que tem quem considere injusto competir com um traje que aprimore a performance se os demais atletas não usam a mesma roupa de banho.

Seja como for, os trajes usados por homens e mulheres na natação evoluíram junto do esporte ao longo dos anos. Confira, a seguir, algumas das principais mudanças ocorridas ao longo das décadas.

Peso e eficiência

A História E A Evolução Dos Trajes De Natação

As disputas esportivas de nado começaram por volta de 1900. No início, os trajes de banho eram bem pouco eficientes, a maioria era feita de algodão. A roupa molhada podia aumentar o peso do nadador em 5 kg, tornando a disputa ainda mais acirrada.

Maiô de seda

A Speedo foi a pioneira no lançamento de uma roupa de banho feita de seda, em 1927. O traje foi considerado polêmico, pois deixava os ombros e as costas nus.

A peça logo conquistou o vestiário dos atletas da natação, justamente por sua leveza, que proporcionava maior flutuabilidade, mobilidade e aumento exponencial da velocidade dentro d’água, quando comparada aos antigos modelos de maiôs.

A marca ganhou status de inovadora, investindo pesado em pesquisa e desenvolvimento para consolidar-se como apoiadora da natação em todo o mundo. Diversos atletas bateram recordes mundiais usando os maiôs de seda da empresa.

Na década de 1950, a Speedo trouxe mais uma novidade para o mundo aquático: os trajes de banho feitos com a combinação de fios de nylon e lycra, algo bastante similar ao que encontramos hoje em dia.

Olimpíadas

Trajes De Natação Conheça A História E A Evolução

Os jogos olímpicos tornaram-se grandes vitrines para as marcas de trajes de natação. Afinal, essa é a ocasião perfeita para divulgar ao mundo como as inovações de cada empresa trazem resultados reais nas piscinas e nos mares.

Em 1972, durante as Olimpíadas de Munique, a Adidas divulgou o Skinfit, maiô ultraleve, de apenas 18 g, que se moldava ao corpo dos atletas como se fosse uma segunda pele.

Em 1992, vários recordes foram batidos com o maiô S2000 da Speedo, feito de microfibra e elastano, que permitia menos atrito com a água e, consequentemente, maior velocidade na água.

Tecnologia e esporte

Os primeiros trajes de natação feitos com tecidos tecnológicos surgiram, de fato, nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996. As duas principais marcas nas piscinas, Speedo e Adidas, disputavam recordes e medalhas tanto quanto os atletas que as usavam.

Leveza, maciez e densidade do tecido faziam a diferença na performance dos atletas. Quatro anos mais tarde, em Sydney, outra inovação trouxe recordes, medalhas e polêmicas: o surgimento do traje Fast Skin, inspirado na pele de tubarão.

A fim de deslizarem melhor sob a água, os atletas trocaram as antigas sungas por macacões que cobriam o corpo. A indústria da moda aliou-se à ciência para fazer tecidos que repelem água e comprimem músculos, aumentando a aerodinâmica e a flutuabilidade.

O desempenho dos atletas deixou de ser mensurado apenas por talento e real aptidão física. Aqueles com melhores patrocinadores conseguiam os melhores resultados. Pensando nisso, em 2010, a Federação Internacional de Natação proibiu o uso de supermaiôs.

Muitos descordam do veto proibindo os supermaiôs, pois alegam um retrocesso com relação a tecnologia empregada nas peças tanto pelas empresas fabricantes dos vestuários quanto pelos atletas já acostumados a utilizarem as roupas nas competições.

Atualmente, além de se preocupar com fundamentos da prova e técnica de estilo, todo o atleta de natação deve se preocupar também com o seu material para competir como: a qualidade do maiô ou da sunga, uma touca que permita um menor atrito com a água, a escolha dos óculos ideal, etc.

Ajustar sunga masculina e biquínis

O importante é não desistir do sonho do esporte e se precisar fazer ajustes no maiô, fazer ajustes na sunga, entre outros, conte conosco da Ellegancy Costuras para deixar sua peça super ajustada ao corpo.

Conheça mais a respeito do nosso Atelier de Costuras e dos serviços de reformas e de consertos de todas as modelagens de roupas masculinas e femininas, bem como também em acessórios em nosso Instagram, YouTube, no Blog onde sempre estamos também escrevendo a respeito dos trabalhos desenvolvidos em peças de clientes.

Com os dias quentes de verão vem aumentando consideravelmente a procura de ajustes em biquínis e em todas as peças moda praia, então se esse é o seu caso é só vir até uma de nossas duas unidades localizadas em São Paulo que realizaremos o nosso melhor em suas peças de roupas, um forte abraço e até breve!!!

Deixe seu comentário