8 Dicas Para Evitar Prejuízos Em Sua Empresa

Compartilhe agora:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Sumário

8 Dicas Para Evitar Prejuízos Em Sua Empresa

Quando iniciamos um empreendimento, a última coisa que queremos são prejuízos. Mas a imprevisibilidade dos acontecimentos dentro de uma empresa nos obriga a tomar alguns cuidados extras para  evitar prejuízos na empresa.

Antes de começar a operar, é importante traçar um plano de negócios, este é o primeiro passo: conhecer o mercado e se posicionar dentro dele.

Faça um estudo minucioso da área, quem são seus concorrentes, compradores, onde será a melhor localização para o ponto comercial – ou em casos de e-commerce, o melhor hospedeiro – desta forma você conseguirá estipular o preço de seu produto e por onde quer começar.

  1. Busque por uma Equipe Comprometida

É essencial que você invista seu tempo em procurar os profissionais que deseja na sua empresa. A consolidação da cultura de uma empresa depende de colaboradores que identifiquem e a defendam.

A qualificação para a vaga por si só é um ótimo ponto, mas não é tudo. O comprometimento e empenho em favor da empresa podem ser até mais importantes do que a qualidade técnica.

Funcionários qualificados e satisfeitos continuam assim com um ambiente saudável, organizado e pensado no seu bem-estar, por isto não hesite em proporcionar a melhor estrutura possível para que a sua equipe se sinta motivada em trabalhar ali e em trazer bons resultados para a empresa.

tenha-indicadores-de-desempenho-eficientes-404x417-9670492
  1. Tenha Indicadores de Desempenho Eficientes

Além de ter uma boa equipe, é importante que você conheça as métricas de sua empresa. Por meio de indicadores de desempenho, é possível identificar quais são os funcionários que entregam resultados e quais não, além de saber quais são os melhores produtos, os pontos fortes da empresa e o que merece atenção.

Monitorar o desempenho da empresa de forma constante permite entender os setores deficitários, bem como os que geram mais receita.

Desta forma, você conseguirá consertar os erros e mapear quais são as decisões que funcionam dentro do cotidiano da empresa, além de tomar decisão mais assertivas e atuar de forma preventiva, evitando problemas futuros.

Tenha em mente que as mudanças e ajustes só são feitas com qualidade se existe uma base sólida de análise e feedback dentro da sua empresa.

  1. Organize A Gestão Financeira da Empresa

Um dos maiores problemas das empresas brasileiras é a organização do dinheiro. O controle do que foi investido e do que retornou, em muitos estabelecimentos, não é feito por uma pessoa específica e com conhecimento.

As finanças não se resumem a apenas isto. Uma empresa que não dedica uma área específica para gerenciar os ativos e passivos, pagamentos de funcionários e impostos, podem ter problemas com fornecedores, bancos, processos trabalhistas e até mesmo com a Receita Federal.

Por isto, é imprescindível tratar da gestão financeira do seu negócio com seriedade e comprometimento. Se possível, destaque alguém de sua estrutura para cuidar das finanças e dos pormenores da atividade empresarial e esteja preparado para solucionar problemas desta natureza.

  1. Invista na Imagem da Sua Empresa e De Produtos

Poucas pessoas compram aquilo que não conhecem, então investir na imagem de sua empresa também de seus produtos é essencial para evitar prejuízos em sua empresa.

Uma boa apresentação pode fazer toda a diferença, assim como uma boa loja ou site são determinantes para a decisão final de seu cliente.

Um site de difícil acesso, com problemas na hora do pagamento podem fazer com o consumidor desista da compra. Portanto um site otimizado  é essencial para a prosperidade do seu Negócio.

O mesmo acontece com uma loja física, a organização do espaço é fator crucial para entrada de novos compradores no estabelecimento. Um lugar limpo, arejado e bem decorado pode ser um grande passo para garantir a venda!

  1. Mantenha a Organização e Controle do Estoque 

Toda venda e recebimento de produtos deve ser cadastrada. Sem o controle de estoque, não há visibilidade do que foi vendido e de quantos produtos ainda estão disponíveis. São inúmeras as empresas que não registram todas as vendas e com o final do mês as contas não batem e o setor financeiro não sabe nem de onde veio nem para onde foi a receita.

A falta de controle prejudica a empresa em todos os setores, tornando impossível projetar um crescimento preciso, já que não há como mensurar os dados atuais e a situação tende a se tornar uma bola de neve.

Um estoque organizado está diretamente ligado com o registro das vendas e a disposição dos produtos precisa ser facilmente acessada e localizada por todos da empresa.

Assim, um estoque confuso dificulta a contagem e envio de produtos e pode ser diretamente ligada com prejuízos da empresa.

  1. Guarde uma Reserva para Imprevistos

Mesmo com estas dicas, imprevistos podem acontecer. Por isto, sempre guarde uma reserva de capital para auxiliar a empresa em momentos de crise. A reserva pode ser a diferença entre a recuperação e o fim de uma empresa.

A reserva deve ser considerada como o acúmulo do excedente de uma empresa, destinado a projetos futuros ou finalidades específicas. Assim, as reservas financeiras não servem somente para absorver prejuízos, mas também para compra de equipamentos, modernização de estrutura, ampliação da equipe, entre outros.

  1. Faça a Gestão de Riscos 

Todo negócio possui riscos e não mapear e os administrar de forma correta pode levar sua empresa a falência. Gerir os riscos é prever e se preparar, por meio de procedimentos e processos internos, estando atento a possibilidade de um problema de crédito, operacional e até mesmo de mercado.

Um bom exemplo é a análise de crédito, com ela, a empresa pode verificar a possibilidade que seus possíveis clientes têm de pagar ou não o produto e selecionar aqueles que possuem mais credibilidade no sistema, evitando a inadimplência exacerbada de clientes.

Também mantenha suas negociações bem formalizadas, por meio de contratos e outros instrumentos que garantam o cumprimento das obrigações pelas partes envolvidas na transação.

Além disto, é importante se manter atualizado com as mudanças e inovações do mercado. Isto porque, um modelo de negócio que funciona hoje, pode não funcionar amanhã e você enquanto empresário deve estar preparado para todas as reviravoltas que podem acontecer no seu setor.

  1. Implante Processos de Melhoria Contínua

Para o sucesso de sua empresa, não basta ter um bom planejamento. Todos os procedimentos do seu negócio devem passar por avaliações constantes, com o objetivo de garantir o crescimento saudável da empresa.

Se sua empresa já segue estas dicas é possível que os resultados estejam sendo frutíferos, se não, busque adaptá-la o quanto antes. Uma atitude rápida pode evitar uma crise e muita dor de cabeça.

Veja também :

Página de fãs (facebook):

https://www.facebook.com/www.elcosturas.com.br/

Instagram:

https://www.instagram.com/ellegancycosturas/?hl=pt-br

Canal no YouTube:

https://www.youtube.com/user/ellegancy2014

Pinterest: 

https://br.pinterest.com/ecosturas/

Compartilhe agora:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Veja mais posts