Piloto de moto morre em Goiânia

 

Piloto da SuperBike sofre acidente em autódromo de Goiânia e falece

Piloto de moto morre em Goiânia – O assunto é polêmico com alguns que as defendem e outros totalmente contra, mas elas estão aí, as controversas categorias ” Escolas 1000cc”.

Se tornar um piloto de motovelocidade exige um aprendizado que deve ser feito de forma gradativa, para que o aluno tenha a base para aos poucos subir de categoria de acordo com seu conhecimento e claro, seu desempenho e de maneira alguma pelas suas condições financeiras.

Por mais experiência que ele tenha nas ruas ou estradas, isso deve ser deixado de lado, quando o motociclista decide se tornar um piloto.
E não é vergonha ou demérito algum, pra quem anda na rua de 1000, iniciar na motovelocidade com uma 300.
E digo mais, a competição na categoria 300 além de custo infinitamente menor e extremamente divertida e emocionante, uma vez que a maioria dos pilotos acabam andando juntos.


O maior responsável por isso é quem organiza, mas que não assume os riscos de colocar na pista pilotos nem sempre capacitados.

O Piloto Welles Lins de Carvalho Balbino não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital de Urgências de Goiania.  Tempos atrás quando faleceu o Piloto Danilo Berto querido por todos falou-se muito na possibilidade da Categoria 1000 cc ser abolida dos autódromos brasileiros haja vista  ser uma moto extremamente potente sem poder haver um mínimo erro sequer.

A direção do Superbike Brasil buscou diversas melhorias e apresentou à Prefeitura de São Paulo, que havia proibido o evento no Autódromo de Interlagos e parece que após vistorias severas da Prefeitura o Autódromo será liberado, os Pilotos estão tendo curso e Briefing para realçar ainda mais a segurança, entre várias outras melhorias.

Referência : Sil Mgp

E se não tivesse o Superbike Brasil ?

Piloto de moto morre em Goiânia

Há aproximadamente 10 anos, um piloto e visionário empresário se arriscou num sonho chamado superbike. No começo era só ele, sua escola,seu próprio dinheiro, sua própria força de vontade de fazer o que nem a CBM não conseguiu fazer. Um campeonato que desse oportunidade para novos pilotos,onde de alguma forma, assim como é no kart,no vôlei, no futebol ou em qualquer outro esporte vc precisa de um lugar para ser visto e com certeza quem bancária isso no início da carreira seria o famoso paitrocinio. Na época não tinha Honda,Kawasaki,Ducati,nem Yamaha, apenas uma parceria entre o
empresário piloto e J toledo(suzuki).

10 anos se passaram e o campeonato se tornou o maior das Américas,as grandes montadoras de olho no retorno de mídia e principalmente no mercado de motos entraram com tudo. Nesse período até um campeonato paralelo apareceu… Mas vamos voltar ao assunto…”E se não existisse o superbike???”””. Se não existisse o Superbike com certeza teríamos no mínimo o triplo de vidas ceifadas, pois a existência dele tirou varios pilotos das estradas, muitos desses que estão aí ou já pararam estariam hj disputando seus rachas na Anhanguera,Morungaba entre outros tantos lugares, e aí sim sem segurança nenhuma, onde qualquer tombo é fatal!!! Não estou aqui protegendo o Superbike ou o Bruno Corano, estou apenas pensando em como seria “se o Superbike não existisse”.

Falando em campeonato paralelo às primeiras mortes aconteceram nele 2011,2012 e 2013,uma por ano se não me engano,inclusive uma em Curitiba,em todas corridas já tinha airfance. E qual atitude foi tomada??? Nenhuma ! Pessoal, problema não é do Bruno Corano, ele na verdade tinha que ser homenageado pelo que fez ao motociclismo brasileiro! O problema é dos nossos autódromos, e do poder público que não faz nada pelo nosso esporte. Vamos parar de achar culpados aqui, vamos lembrar que o próprio Bruno arrisca a vida dele nas corridas. Lógico,precisa ser feito melhorarias, sim, precisa!!! Precisa de mais investimentos, sim, precisa!!! Então porque as grandes montadoras não olharam isso antes??? sabe porque???Porque só viram os $$$$$$$$$, que o Superbike da de retorno!!! Agora elas vem e se retiram??? Me poupem!!! isso é uma falsa ideologia,falso moralismo,isso sim !!! Mas voltando ao título “ É se não existisse o Superbike” sera que existiria esse tanto de escola de pilotagem por aí ?

 

Bruno corano do superbike brasil

Bruno Corano do Superbike Brasil- Desabafo

Qual o melhor macacão de motociclista ?

 

Piloto de moto morre em Goiânia
É uma honra ter você aqui em nosso site e esperamos que tenha gostado do conteúdo sobre ” Piloto de moto morre em Goiânia “

Esse blog passou das 2 mil postagens. E para chegarmos e alcançarmos esses números foi (e é a cada dia) necessário um atendimento personalizado a cada cliente, e nosso empenho tem sido diário para melhorarmos sempre constantemente.

Será um prazer atender você se nos der a oportunidade.

Veja por gentileza as Avaliações dos nossos clientes através do Google Meu negócio.

Página de fãs (facebook):

https://www.facebook.com/www.elcosturas.com.br/

Instagram:

https://www.instagram.com/ellegancycosturas/?hl=pt-br

Pinterest: 

https://br.pinterest.com/ecosturas/

YouTube:

https://www.youtube.com/user/ellegancy2014

Estamos localizados na Rua Santa Justina,75 Vila Olimpia e na Av cupece,1483 bairro Jd prudência

 

Deixe seu comentário