Viagem para Maceió- Um lugar muito gostoso

Viagem para Maceió- Um lugar muito gostoso

 

Graças a Deus , que colocou em nossos caminhos cada um de nossos clientes, pudemos viajar após 3 anos de intensos trabalhos.

 

Ficamos em Ponta Verde-Maceió entre os dias 13 a 20/01/2015. Fomos indicados a irmos para Maceió através da Agência NGR Turismo, onde fomos super bem atendidos pela Niura, Andressa e demais da equipe…Site http://www.ngrturismo.com.br/ .

 

Vimos nesse mesmo site algumas pessoas falando do Guia de viagens  Edmar Barreto-cujo telefone( e whtas app) é o 82 8833-6061 . O nome da empresa dele é  Âncora Tur.

 

Fizemos contato e ele rapidamente nos respondeu com a foto da carteirinha da Embratur, entre várias outras informações que vieram a reforçar os comentários positivos de algumas pessoas que postaram no Férias Brasil e Viajar net.

 

Ele foi super atencioso e o conhecemos pessoalmente lá em Maceió. Fechamos os passeios através das dicas que ele nos deu para aproveitarmos melhor com nossa filhota de quase 5 anos. Passeamos no Hibiscus( imperdível para quem for à Maceió), Dunas de Marapé, Foz do Rio são francisco, praia do gunga e no último dia fizemos por nossa conta a praia de Pajuçara onde pegamos o barco e fomos ver o coral….também é lindo.

 

Não fomos à Maragogi por ser longe e temermos o cansaço da nossa pequena…

 

A Praia de Pajuçara também é parada obrigatória…assim como você ir até a barraca/restaurante Lopana , os sucos de lá são inesquecíveis, a comida uma delícia e tem até Dj tocando ótimas músicas com o volume ideal, nada que vá atrapalhar você e sua família de conversarem sem ter que berrar no ouvido…Nota 10 para Lopana

 

Maceió foi inesquecível, super acolhedora, lindas praias. Quem puder se aventurar e andar pelas praias afim de conhecer lugares mais exóticos e nativo,vá. Na praia do gunga, tente negociar com o bugueiro para ele ir até as falésias e depois até a lagoa, e só buscar a tarde ( em baixa temporada deve ser possível), pois ficar na praia do gunga é muito cheia, não vale tanto a pena). Tb é imperdível na praia do gunga pegar o barco até os corais. Enfim, foi tudo muito gostoso e agradecemos ao Edmar e ao Júnior( guia que trabalha com ele).

Facebook do Edmar: https://www.facebook.com/edmar.barreto.7

 

Uma viagem para não esquecer. .. Maceió vc e linda!

 

 

Hoje já deu uma pontinha de saudade da viagem que está chegando ao fim.

 

Praia do gunga , barra de São Miguel, as falésias….vale a pena ir a lagoa que chega através dos bugueiros.

 

Tentem negociar para ficarem mais tempo na lagoa nativa, onde a água do mar se mistura com a água das falésias, e vai ficando geladinha, e o solo bem cheio de barro.

 

 

Foz do Rio São Francisco- Vá !!!!

Além de lindo, é um passeio super cultural e tem artesanatos lindos e super, mas super baratos.

Uma boa dica…para quem conseguir levar menos bagagem, deixe uma mala para levar no avião somente com os artesanatos adquiridos em Foz Do Rio São Francisco.

Lá tem lindas cerâmicas a preços tão baratos que dá dó dos trabalhadores…vale a pena ajudar e adquirir produtos excelentes.

foz do sao francisco jangadasfoz do sao francisco coqueiros

Mar e riacho se encontram…Além de iguanas, caranguejos e macaquinhos… Se eu disser que a sogra tb apareceu nas fotos a Tati ficará muito brava rsrs

Praia Hibiscus- Esse lugar você não poderá perder !!!

Imagine um local onde tenha redes, camas, espreguiçadeiras, uma praia particular e um local totalmente estruturado para você passar um dia inesquecível?

Detalhe, apenas 25 reais por pessoa( Day use)- Até músico tocando Sax tem por lá…tocando Mpb, músicas internacionais como Frank Sinatra, Eric Clapton, Whitney Houston e por aí vai.

Delicia de lugar. Certamente indicaremos aos amigos e clientes.

 

— em Praia de Ipioca/AL – Barraca Hibiscus

Dicas de Gastronomia: Prêmio Veja

Seguindo a indicação da família Cardoso no qual aprendemos a gostar demais deles

— em Bodega do Sertao

Achamos esse blog abaixo onde relata muito bem o que é Maceió para os Turistas:

Fonte:  http://www.viajarhei.com/2014/10/maceio-dicas-para-planejar-sua-viagem.html#comment-form

Maceió – Dicas para planejar sua viagem.

Maceió é considerada uma das capitais mais bonitas do nordeste, oferecendo ao turista uma mar com as mais variadas tonalidades de verde e azul, piscinas naturais, coqueirais a perder de vista, além de uma excelente  culinária, uma rica cultura e um povo muito simpático.
Estivemos há pouco mais de uma mês na cidade (final de agosto, início de setembro), fizemos algumas praias do litoral norte, algumas do litoral sul, caímos em furadas e tivemos muitas gratas surpresas.  Nesse post damos algumas dicas baseadas na experiência que tivemos na cidade em baixa temporada, com a cidade não funcionando a pleno vapor.

Quando ir:

Segundo o Praiômetro, tabela elaborada pelo turista profissional Riq, Freire, e que lista mês a mês, as chuvas em 42 praias no Brasil e no Caribe, as épocas mais indicadas, ou seja, com menores índices pluviométricos, são de setembro a fevereiro.

Evitar a qualquer custo abril, maio, junho e julho, ambos com quase ou mais de 300 mm de chuva no mês, o que significa chuva certa durante sua viagem.

Onde se hospedar:

Pajuçara é o local ideal para uma primeira visita, onde se encontram  muitas das atrações da cidade.

 

Escolha um hotel ou apartamento próximo a feirinha de artesanato, onde você, com certeza, irá mais de uma vez bater perna a noite.

 

Nessa região também está localizado o melhor e mais barato restaurante da região, o Parmegianno. Gostamos tanto dele que fiz  um post só para ele, se quiser dar uma olhadinha no post, clique aqui.

 

Ao lado da feirinha de artesanato ficam estacionadas dezenas de vans que vendem  passeios turísticos pela região, basta uma pequena caminhada para ver preços e combinar horários com algum deles.

 

Não temos nenhum para indicar, pois alugamos um carro e fizemos todos os nossos passeios por nossa conta. Aliás, se você não se importa em dirigir, esse é o modo mais econômico de se fazer os passeios, dividindo por quatro pessoas (média de espaço de um carro compacto) o valor fica bem mais em conta que pagar uma van.

 

Nessa região também estão localizadas as famosas jangadas que fazem passeios para as piscinas naturais de Pajuçara.

 

Por todas as razões acima, Pajuçara foi nossa escolha, alugamos um apartamento  para quatro adultos e uma criança, na rua de trás da praia, por R$85,00 a diária. Muito, muito barato mesmo. Alugamos pelo Alugue Temporada e nos satisfez na nossa proposta de viagem super econômica.

Alugar carro ou contratar agência para fazer  os passeios:Depende muito das características do seu grupo.  Precisa ter alguém que não beba e tenha paciência.

*O trânsito entre o aeroporto e a parte turística da cidade é bem complicado, muito engarrafamento e uma quantidade enorme de motos circulando entre os carros, requerendo bastante atenção do motorista. Já da cidade para  os litorais norte e sul, pelo menos na baixa temporada, estava bem tranquilo.

O carro oferece o conforto de você chegar e sair a hora que você bem entender, principalmente se no grupo tiver crianças, isso é um diferencial, não ter que ficar esperando o horário de ir embora, passar em vários hotéis para pegar ou deixar as pessoas, ou mesmo ficar um tempão esperando uma pessoa que simplesmente esqueceu  da vida e não foi ao encontro dos demais na van.

Agora, a van oferece o conforto da não preocupação com o trânsito, estacionamentos, pode-se beber e simplesmente relaxar!

Como não bebo, sempre faço a opção de  alugar um carro, pois gosto de acordar bem cedo para fazer os passeios, parar onde eu estiver com vontade, fazendo meus próprios horários, além do preço sair mais em conta.

Estradas em Maceió, como são?

Pegamos estradas muito boas, bem conservadas para o litoral sul (Gunga e Barra de São Miguel), com belos coqueirais e canaviais, e estradas ruins, esburacadas, para o litoral norte (Paripueira e Ipioca)

Estrada boa para a praia do Gunga:

Selecionei alguns hotéis bem cotados no Booking que ficam próximos ao bafão de Pajuçara:

Hotel Sete Coqueiros  é uma opção barata, querendo algo mais sofisticado, fique no Mercure Maceió Pajuçara, e se você está podendo, pense no Radisson Hotel Maceió. Todos ficam na beira da praia.

Em Ponta Verde considere o Hotel Ponta Verde Maceió, o Maceió Mar Hotel. o Tropicalis Hotel ou o Holiday Inn Express Maceió, todos com notas maiores que 8,0 no Booking.

A Jatiúca concentra os hotéis mais novos, como o Hotel Brisa Tower, o super confortável Novo Jatiúca Resort ou o super bem avaliado apartamento de aluguel da Dream Home Maceió.

Dica de baixa temporada: os restaurantes receptivos, como Dunas de Marapé, Mar & Cia, Praêro, Hibiscus, não funcionam todos os dias, confirmar nos telefones de cada receptivo, para não perder a viagem.

Passeios a fazer no litoral sul:

Praia do Gunga:
No litoral sul, uma das mais bonitas, com um belo coqueiral. Se quiser saber como chegar e o que tem  para fazer lá, fizemos um post sobre ela, leia Praia do Gunga com crianças!

Barra de São Miguel:
Também no litoral sul, tem o melhor banho de mar de Alagoas, nosso post sobre a praia aqui.

Foz do Rio São Francisco:

A cidade de Piacabuçu fica a 130 km ao sul de maceió; não fizemos esse passeio, mas a Sílvia Oliveira, do maravilhoso blog Matraquenado, fez dois posts completíssimos sobre a região, se quiser dar uma olhadinha sobre o que ela achou desse passeio, clique Post I  e Post II.

 

Não recomendamos a Praia do Francês: foi a pior que visitamos; muvucada, água escura, quase feia, barracas de mau gosto, pelo menos na parte que visitamos.

 

Dunas de Marapé:

Fizemos esse passeio no dia errado, estava fechado. Confira o que achamos desse passeio aqui e saiba também o que outros blogueiros que fizeram o passeio completo acharam.

 

Passeios a fazer no litoral norte:

 

Ipioca:

Amamos essa praia, que fica a apenas 24 km de Maceió e tem um excelente restaurante, o Hibiscus, que oferece piscina com cascata e sala de massagem com vista para a praia.

 

Foi nosso passeio preferido na cidade. Se quiser saber tudo sobre ele, clique Hibiscus Beach Club Maceió.

 

Piscinas naturais de Paripueira:

Não fizemos o passeio às piscinas naturais, mas conhecemos a praia e o restaurante receptivo de onde partem os passeios para lá. Se quiser dar uma olhadinha nessa postagem, clique Mar & Cia, restaurante em Paripueira.

 

Se quiser saber quais as diferenças entre as piscinas naturais de Paripueira e Maragogi, o Riq. Freire do Viaje na Viagem, nos conta tudinho nesse post aqui.

 

Carro Quebrado:

Ficou para a próxima viagem a Maceió, mas o pessoal do Andarilhos do Mundo foi até lá e nos conta tudo nesse post aqui.

 

Maragogi:

O passeio às piscinas naturais de Margogi é o mais desejado pelos turistas que visitam Maceió, passeio esse que também não foi possível ser feito, pois deixamos pra ir nos últimos dias de viagem, e quando fomos marcar, a maré não estava permitindo.

 

O Fábio Pastorello, do maravilhoso blog Viagens Cinematográficas, esteve em Maragogi e nos conta tudo nesse post aqui.

 

Dica: se você pretende conhecer alguma piscina natural: em Maragogi, em Pajuçara ou em Paripueira, faça-a o mais rápido possível, pois esse tipo de passeio depende da maré para ser realizado.  Informe-se logo que chegar a cidade, assim, você não fica  a ver navios, como nós ficamos!

 

Dica de passeio em família na orla da cidade:

Projeto Pedala Maceió: estimula moradores e turistas a andarem de bike pela orla da cidade. São três pontos de locação e devolução: Pajuçara (ao lado da feirinha de artesanato), Ponta Verde e Jatiúca.

São vários tipos de bicicleta; nós escolhemos a de cinco pessoas, foi um pouco complicado, mas bem divertido. Pagamos R$50,00 para todos nós por meia hora.

Se quiser saber os preços, clique aqui.

*Aos domingos a orla  de Ponta Verde fica fechada aos carros, virando uma enorme área de lazer.

Sorveteria com wi fi:Dica de sorveteria na orla de Pajuçara: Delícias do Cerrado. Na mesma calçada do Parmegianno restaurante, saindo dele, virar à direita e caminhar mais cem metros. Tem vários sabores típicos do cerrado  como mangaba, pequi, graviola, gabiroba, cupuaçu e muito mais. Tem sabores do nordeste também, como o de tapioca.

Também serve diversos tipos de sobremesa e cafés. Possui um pequeno playground e wi fi grátis. 

 

Fomos depois do jantar nessa sorveteria em mais de uma noite, recomendo!

Orla de Pajuçara e Ponta Verde: a mais linda do nordeste!

Outros posts que já fizemos sobre a cidade de Maceió, além dos já citados acima:

Temos Pato, quer dizer, Bar do Pato!
Feirinha de artesanato de Pajuçara.

O que amamos na cidade: realmente, as praias, a cor do mar, a temperatura hiper agradável da água, são as pérolas do turismo da região;

Da orla de Pajuçara e Ponta Verde;

Simpatia do povo;

 

Comemos bem em praticamente todos os lugares, inclusive nos restaurantes mais simples;

 

Gostamos também dos preços dos restaurantes e passeios, muito, muito mais baratos do que os praticados no Rio de Janeiro e São Paulo.

 

O que gostamos não gostamos: em algumas situações, nos sentimos um pouco inseguros, pois fomos abordados por menores  e pedintes na orla e nas ruas perto do nosso apartamento;

Ruas sujas e com cheiro de urina;

Estrada para o litoral norte estava muito esburacada;

 

Não gostamos da Praia do Francês: água escura, muvucada e sem nenhum charme.

Mais da orla de Pajuçara e Ponta Verde:

https://www.youtube.com/watch?v=x36FnfUoh4s
https://www.youtube.com/watch?v=ZO-MWkjXfB4&t=280s

Leave a comment