Os melhores livros de Marketing , vendas e Mídias Sociais

Os melhores livros de Marketing , vendas e Mídias Sociais que eu possuo em minha coleção.

 

 

São livros fantásticos, que dá gosto de ler e reler e aqui separarei apenas alguns trechos que eu sublinhei ou anotei.

 

Comecei a escrever essa matéria num lindo domingo de inverno, ouvindo João Gilberto( bossa nova) . São diversos livros, portanto levarei um tempo até concluir tudo.

 

a Biblia das vendas - jeffrey gitomer

 

Livro de #jeffreygitomer

 

Nada acontece até que uma venda seja feita- Red Motley 1946

 

A maioria das pessoas não está disposta a fazer o trabalho duro necessário para facilitar uma venda.

As pessoas não gostam de serem vendidas, mas elas adoram comprar

 

Acabei de fazer uma venda !!!

 

Você é meu novo cliente, muito obrigado. Aprecio seu apoio e preferência

 

Ajudar as pessoas

Estabelecer relações duradouras

Me divertir

 

Porquê o cliente precisa de você e precisa que você seja o melhor.  Não o preço mais baixo, mas sim o maior valor.

 

Você tem que acreditar que seus produtos e serviços não são apenas os melhores do mercado, mas são também o melhor valor para o cliente. Você tem de acreditar que conseguirá se diferenciar do concorrente, e que poderá provar ( através de testemunhos) que seu produto é o que você diz que ele é.

 

Envolva os seus clientes com perguntas e tente fazê-los sorrir, faça amizade, estabeleça certa conexão e, se possível, encontre o Elo de Ligação.

As pessoas gostam de falar de sí mesmas.

Desenvolva e pergunte coisas que façam com que o cliente potencial pense em si mesmo.

Frequentemente peça a opinião deles e por favor não pergunte : ” O que é importante pra você? Descubra o que é importante fazendo outras perguntas.

Simplesmente ser um observador não lhe assegura poder algum. O poder está em seu olhar, pensar, gerar idéias e tomar medidas como resultado de suas observações.

 

Porquê eu sou um escritor e um pensador. Você precisa escolher entre ser um bebedor ou um pensador.

 

Qual é o seu fator de risco? Você está disposto a se arriscar em nome de seu sucesso? Risco e vendas são sinônimos !!!

 

Em vendas; todo dia é dia de nervos.

 

Ótimas notícias : Sucesso gera sucesso. E a confiança para fazer mais. Arrisque-se mais. Pedir a venda e fazê-la acontecer leva  a mais pedidos de vendas.

 

Realidade e proficiência : Quando você fracassa algumas vezes , ou é rejeitado algumas vezes, apela para seu caráter, suas reservas, sua resolução- seu nervo- para tentar novamente, com um pouco mais de inteligência, um pouco mais arduamente e ter sucesso.

 

O único caminho para o domínio : Tente uma idéia, uma estratégia, uma idéia de vendas. Tente algo novo todos os dias . Atreva-se a ter sucesso.

 

Assuma. Saiba de quem é a culpa quando a venda não é feita( autoresponsabilidade)  Não se culpe- Assuma a responsabilidade por isso. Aprenda com isso. E faça algo a respeito disso !

 

Tente escrever…Se eu tivesse deixado uma mensagem mais criativa talvez o cara tivesse me ligado de volta.

 

Idéia é pra já, é imediato. Metodologia é a médio e longo prazo !!!

 

Desenvolva reuniões regulares com os clientes.

 

Venda pelo relacionamento, não pela comissão.

Se você fizer uma venda, ganhará uma comissão. Se você fizer um amigo, ganhará uma fortuna. Este ganho também o levará a clientes leais, que irão recomendá-lo a outras pessoas e que estão dispostos a dar testemunhos a respeito de seu valor.

Eu não acredito em pedir referências. Acredito em ganhar referências. O mesmo vale para testemunhos.

Sua amabilidade inicial, seu entusiasmo inicial, seu preparo e seu caráter criam a oportunidade para que o relacionamento floresça, ou não.

As cotas de vendas são empecilhos para a construção de relacionamentos. Tão estúpidos quanto certas empresas que reagem a uma queda em vendas cortando os orçamentos de marketing e de treinamento. Em ambas as situações, deve-se dobrar os esforços e não reduzí-los.

Se os clientes o veem como alguém que ” precisa muito” eles se afastarão. O odor da insinceridade é aquele que exala do pânico e da manipulação.

 

Testemunhos superam objeções um milhão de vezes mais do que o melhor vendedor do mundo. testemunhos em vídeo. Que prova melhor você tem ? Eles te ajudam a fazer uma venda, e ainda assim você não os usa.  Faça um por semana !!!

 

Clientes satisfeitos compram em qualquer lugar. Clientes leais ficam, lutam por você e o recomendam a todos.

Seja um aluno todos os dias . Estude sobre o humor.

Na próxima vez que alguém lhe disser NUNCA , lembre-se que tal afirmação significa ” não, durante pelo menos uma hora”  Insista !!!

 

As vendas são decorrentes de uma disciplina- Disciplina é o processo diário de focalizar o que você quer. E lutar incansavelmente por esse objetivo até alcança-lo.

 

Adote uma forma receptiva, um modo que enfatize atender primeiro e vender em segundo lugar.

Vender é divertido, lucrativo, mas somente se você estiver disposto a levar a sério seu compromisso de ser o melhor.

 

Prevenir o fracasso é uma parte importante do processo.

 

Selecione o comprador. Não perca tempo com alguém que não é capaz de decidir. Não critique os concorrentes!

 

O fracasso não tem a ver com insegurança. Tem a ver com falta de execução. O fracasso total não existe.

Vendas requer dedicação.

Os outros desejam conversar com você, em vez de evitar uma ligação sua.

ter uma agenda diária para a qual você está totalmente preparado.

 

Faça perguntas interessantes. Faça perguntas que revelem dor ou emoção. Faça as perguntas que seu concorrente não faz.

Escreva e Repita todas as promessas e termos.

 

Não ponha a culpa no caminho. Mude-o !!!

 

Oportunidade de Atitude- Você recebeu um saco de cimento e um balde de água. Você pode construir um degrau( uma ponte) para subir ou um bloco para tropeçar.

 

Faça uma venda na segunda feira e tenha uma semana maravilhosa.

 

Marque visitas, ouça Cds, Veja vídeos de vendas no youtube, faça vendas. É simples , mas não é fácil. No entanto, se trabalhar intensamente, você será capaz de fazê-lo.

 

As perguntas estão para as vendas como o ar está para a vida. Se você não pergunta, morre.

 

Não se desculpe por nada, nem dê desculpas. Quando você chegar lá, fale de seu negócio. Não diga : ” Desculpe interrompê-los. Simplesmente explique o que você quer.

 

Prepare-se para a rejeição. Aprenda com aqueles que lhe dizem não. Descubra o que os levou a uma negativa ou a não se interessar.

 

Pratique, pratique, pratique. Se você não souber o que falar, vai parecer artificial. Nada pior que um representante de vendas que parece um representante de vendas.

 

Faça alguém sorrir.

 

Pare de reclamar… Ninguém compra de alguém que só reclama.

 

E a parte mais importante do contato é : Peça a venda !!!

 

A melhor maneira de ganhar uma venda é ganhando primeiro o cliente.

 

Evite falar em política, problemas pessoais, e não reclame da vida.

 

Seja franco : É tão fácil perceber um vendedor insincero quanto um gambá em sua sala. Ambos cheiram mal.

 

Um vendedor hesitante, evasivo, que se desculpa, não constrói a confiança.

 

Ter o produto menos caro não o levará a lugar nenhum se o cliente potencial não tiver confiança para comprar. na verdade, muitas vezes o preço baixo assusta o comprador.

 

Após fazer uma pergunta de fechamento, CALE-SE  O próximo a falar, perde.

 

O critério é ter iniciativa. A execução é a recompensa ( e não o dinheiro – dinheiro é apenas um subproduto da execução perfeita).

 

Sorrir quando falar ao telefone.

 

É na reunião de vendas que se planejam as vendas da semana. Algumas pessoas a usam para criticar e reclamar, outras a usam para incentivar e aprender- adivinhe quem ganha ?

 

Uma pessoa que parece ter todas as respostas geralmente não está ouvindo.

Transforme suas fraquezas em objetivos, substituindo ” Eu” por ” Eu vou” ou ” Eu sou” por  ” Eu serei”

 

vendas é conhecimento combinado com experiência.

 

Crie vínculo- Vínculo é um aspecto sutil, mas vital no processo de vendas.

 

Consiga informações antes de fazer seu comercial de 30 segundos.

 

Primeiro Dê- você pode ter o que quiser se ajudar as pessoas a ter o que elas querem.

 

Sua capacidade de conquistar o sucesso em Networking está vinculada à sua determinação e dedicação em investir o o tempo que for necessário para construir relacionamentos de qualidade. E você tem sorte – o resultado de seu sucesso é totalmente autodeterminado.

 

Os pais ensinam a ter sucesso em vendas sem saber.

 

” No final… Há apenas uma visão que importa.  Há apenas uma perspectiva que importa. Há apenas uma percepção que importa… a do cliente.

 

 

Livro delicioso, espero que você que não o conhecia possa adquirí-lo. Foi um prazer reler alguns trechos grifados.

 

 

facebook marketing- dicas para usar melhor o facebook- Camila porto

 

Facebook Marketing- Camila Porto

 

Esse livro dá dicas interessantíssimas para quem de fato quer usar o facebook como alavança para relacionamento e consequentemente vendas.  Não é um livro para quem quer apenas navegar no facebook e ” curtir ” postagens, e sim para quem quer conhecer essa poderosissíma ferramenta de vendas.

 

Prefácio de Conrado Adolpho- Show né.

 

relacionamento e influencia

 

Livro de Márcio Giacobelli que fala muito sobre marketing multinível, que em minha opinião, é algo estranho já que perdí dinheiro com a Multiclick e bbom, mas tem técnicas de vendas e lições importantíssimas.  Vamos à elas

 

Existem pessoas com muitas iniciativas, mas com poucas ações terminativas, isto é, começam de tudo, mas nunca concluem aquilo a que deram início.

Quando você se dispõe a começar algo novo, precisa trabalhar continuamente para perceber o progresso.

 

O progresso tem de estar presente em nossas metas materiais, intelectuais, morais e espirituais.

Comemorar é a chave do sucesso para seu progresso.

 

Frequentemente, decidir começa como um processo lento de autoestima.  Eu mereço?  Tomou a iniciativa, foi lá e fez !!!

 

Sua vida está entre o que você mais deseja e o que você mais teme.

De imediato, você precisa se posicionar e se perguntar: ” O que realmente desejo da vida”

 

Se você acertar, comemore. Se você der um passo errado, transforme a experiência em uma aprendizagem.

 

Você é o relexo do que pensa diariamente. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você ainda conquistou.

 

Já ví muita equipe sem liderança, sem orientação e muitas empresas perdendo produtividade por causa de falta de liderança. Reconheça mais e critique menos.

 

Concentre sua energia em fazer acontecer e não somente em realizar diagnósticos, avaliações críticas.

 

Todo plano de desenvolvimento precisa de uma ação e de um prazo.

 

Seja protagonista e não vítima- ” Pessoas que são boas em arranjar desculpas raramente são boas em qualquer outra coisa”- benjamim franklin.

 

Os especialistas dizem que é preciso haver dor para que um produto ofereça uma solução.

 

Venda consultiva- ouvir primeiro o problema do seu cliente, e só depois apresentar uma solução.

 

Uma relação pessoal é a única forma de manter a fidelidade do cliente.

 

Num processo de construção de riqueza você não pode ter medo de ousar.

 

Primeiro destine seu dinheiro para as despesas fixas, depois para os investimentos, e por último com os gastos para o luxo. Preste muita atenção nessa ordem = Fil= F de fixo , I de investimento e L de luxo

Preocupe-se então em separar parte do lucro para reinvestir na sua própria empresa.

Nesse livro tem vários exercícios a serem feitos, pausas para reflexão etc.  Vale muito a pena.

 

 

marketing de A a Z - Phillip Kotler

 

 

Marketing de A a Z de #philipkotler

 

O marketing é a resposta para como competir em outras bases que não apenas o preço.

 

Uma empresa não vale mais do que o valor vitalício dos clientes.

 

Procure fora da empresa as oportunidades.

 

As empresas precisam evoluir do foco na fabricação de produtos para o foco na conquista e retenção dos clientes.

 

Alguns devem ser demitidos, mas antes de demití-los, é importante dar-lhes a chance de mudar. Aumente os preços que lhe são cobrados ou reduza os serviços que lhes são prestados. Se ficarem, agora são lucrativos. Se forem embora, sangrarão os concorrentes.

 

Preste atenção às queixas dos clientes. Jamais subestime os danos que um cliente irado é capaz de infligir na reputação da empresa. Reputação é algo difícil de construir, embora fácil de destruir. A IBM vê as queixas como fonte de alegria. os clientes que se queixam são os melhores amigos da empresa. As queixas alertam a empresa para um problema que provavelmente está acarretando a perda de clientes, mas que ainda pode ser consertado.

 

As empresas precisam desenvolver banco de dados separados sobre clientes, empregados, produtos, serviços, fornecedores, distribuidores, revendedores e varejistas.

 

A informação mais importante é a história das transações de cada comprador. O conhecimento do que cada cliente comprou no passado fornece muitas pistas sobre seus possíveis interesses nas próximas compras.  O outro desafio é saber usar as informações.

Obviamente o marketing Um a Um não é para todos.

 

Gostaríamos que as empresas nos procurassem apenas com mensagens relevantes, no momento oportuno.

 

Nunca entre numa batalha antes de ter a certeza de poder vencer a guerra.

 

As conversas espontâneas veiculadas pela mídia tem muito mais credibilidade do que os anúncios pagos.

 

As empresas costumam prestar muita atenção ao custo de fazer algo, quando deveriam prestar mais atenção ao custo de não fazer algo.

 

Algumas empresas ainda acreditam que podem ganhar na base da pura força de vontade. Construa diferenças significativas, em vez de melhor mesmice.

 

Entretanto, também se perde a paixão empreendedora. Recompense as propostas inovadoras.

 

Primeiro, treine os empregados para que sejam amigáveis, bem informados e confiáveis, daí resultarão clientes satisfeitos que voltarão a comprar da empresa, a consequência será um fluxo de lucros crescente para os acionistas.  As pessoas contratadas hoje criam o futuro amanhã.

 

Quem recebe banana trabalha como macaco.

 

Ao se entrar numa empresa, é fácil dizer em 15 minutos se a organização está viva ou morta simplesmente observando a fisionomia dos empregados.

 

Vender mais produtos existentes aos clientes existentes- Vender mais para o mesmo cliente.

 

Nos nichos, embora os volumes sejam baixos, as margens são altas.

 

Apostar na inovação é mais seguro do que na mesmice.  Não se promove a inovação por meio de seminários de brainstorming de dois dias . O sucesso exige que se desenvolvam três mercados dentro da empresa : mercado de idéias, mercado de capitais e mercado de talentos . A empresa deve encorajar e recompensar novas idéias, deve destinar verbas para investimentos em novas idéias, e deve atrair o talento necessário para implementar essas idéias. E os que contribuírem com idéias, capital e talento devem ser recompensados.

 

A verdade é que as idéias podem surgir onde e quando menos se espera. As empresas que precisam apenas de pequenas melhorias podem realmente conseguí-las. O truque é pedir grandes melhorias. Em vez de redução de 10% nos custos, peça 50% . Em vez de aumento de 10% na produtividade, sugira que se decupliquem os atuais números . O efeito é induzir todos os participantes a analisar todas as atividades e a projetas todas as alternativas, em vez de apenas espremer um pouco mais das atuais operações.

 

Negócios de alta moda precisam de um índice de inovação de 100% como condição para que sejam bem sucedidos.

 

***Os financistas estão sempre obcecados com o desempenho no atual período e não compreendem que boa parte dos gastos de marketing são investimentos, não despesas, que constroem a força da marca a longo prazo.

 

Um bom treinamento para os profissionais de marketing seria trabalhar em compras durante algum tempo, para aprender como lidar com os vendedores no outro lado do balcão.

 

Os profissionais de marketing têm dificuldade em se comunicar com o pessoal de tecnologia da informação.- Seja um intermediador entre esses 2 grupos.

 

O desafio é como derrubar as paredes interdepartamentais e harmonizar os esforços das diferentes áreas, para realmente promover o trabalho em equipe.

 

Para transformar-se em líder, é preciso concentrar-se sobretudo, nas pessoas, na busca de oportunidades, no desenvolvimento da visão e no estabelecimento de objetivos.

 

Os bons líderes querem conhecer as opiniões francas de seus colegas e subordinados direta ou indiretamente.

 

O maior lucro decorre das vendas repetitivas. As grandes marcas trabalham mais com as emoções.

 

As novas marcas precisam de credibilidade e, para construir credibilidade, relações públicas é muito melhor do que a propaganda.

 

Em períodos de recessão, a fidelidade ao preço é maior do que a fidelidade à marca.

 

Comercialização de experiências- ou do desenvolvimento de experiências em torno de bens e serviços.

 

Todos os comerciantes prestam serviços. O desafio é oferecer aos clientes experiências memoráveis.

 

Marketing de recessão :

 

Os gerentes de alto nível( principalmente o pessoal de finanças) não acreditam em propaganda, simplesmente a toleram como um tipo de seguro preventivo, em vez de fonte de lucro.

 

Não se conhece a receita futura senão quando se define a verba de marketing.  As recessões exigem limpeza de casa.

 

O problema básico é que nos tempos de vacas gordas as empresas desenvolvem muita gordura organizacional.

 

Ao mesmo tempo, é sempre útil tentar acelerar a cobrança e prorrogar os prazos de pagamento.

 

os clientes compram da empresa com um certo conjunto de expectativas sobre a qualidade dos produtos e sobre o nível de atendimento.

 

convém analisar a redução temporária dos preços. É melhor segurar os clientes do que permitir que fujam para os concorrentes.

 

Com base em estudo recente, as empresas que mantiveram suas despesas com marketing durante as recessões ficaram mais fortes depois da retomada da atividade econômica do que os concorrentes que murcharam durante a estiagem.

 

Os relacionamentos determinam o valor futuro do negócio.

 

Atribuir mais ênfase à retenção e cultivo dos clientes existentes do que à conquista de novos clientes.

 

A empresa que domina apenas seu mercado doméstico corre o risco de perdê-lo- Imagine aquela que nem seu mercado dominar…

 

O departamento de vendas não é toda a empresa, mas é bom que toda a empresa atue como departamento de vendas. Nem todos na empresa são gerentes de marketing, mas todos devem participar da gestão de marketing.

 

Como a organização e os seus membros acumulariam mais riqueza se todos se concentrassem em fornecer o maior valor possível aos clientes.  Todos se beneficiariam , mas os empregados que prestassem serviços notáveis aos clientes fariam jus a recompensas especiais.

 

O trabalho começa com a contratação das pessoas certas.  As pessoas contratadas precisam de um bom treinamento.

 

Conclusão : Cuide bem de todos os clientes, mas não necessariamente da mesma maneira.

 

Se o marketing não for desenvolvido com o propósito de influenciar a estratégia da empresa, sua missão não será cumprida.

 

A influência é negativa quando os produtos são entregues com atraso ou com defeito.

 

Manter-se em contato com os clientes depois da venda, de modo a assegurar sua satisfação.

 

Coletar idéias dos clientes para melhorias nos produtos e serviços e transmití-las às unidades organizacionais adequadas.

 

  • finalizo a primeira parte e amanhã( segunda feira dia 7 de agosto de 2017 ) continuarei a escrever.

 

 

Começando mais uma semana( graças a Deus), e retomando a postagem.

 

Se o marketing não for desenvolvido com o propósito de influenciar a estratégia da empresa, sua missão não será cumprida.

 

A empresa precisa ampliar suas perspectivas a respeito das necessidades e do estilo de vida dos clientes, deixando d vê-los apenas como consumidores  de seus atuais produtos e buscando maneiras mais amplas de atender a seus anseios.

 

A influência é negativa quando os produtos são entregues com atraso ou com defeito.

 

Manter-se em contato com os clientes depois da venda, de modo a assegurar sua satisfação.

 

Colocar idéias dos clientes para melhorias nos produtos e serviços e transmití-las às unidades organizacionais adequadas.

 

Os profissionais de marketing podem aprender muito ao ” colocarem-se aos clientes)- Se colocar no lugar do cliente.

 

Planos de Marketing

 

O plano deve oferecer razoável probabilidade de que se ganhará a guerra antes da primeira batalha.  Caso não esteja introduzindo algo melhor, mais novo, mais rápido ou mais barato, é melhor não entrar no mercado.

 

A empresa realiza a chamada Análise Swot, abrangendo pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças ( Strenghts, Weaknesses, Opportunities e Threats). Contudo, o verdadeiro nome da ferramenta deveria ser análise Tows, ou seja, ameaças, oportunidades, pontos fracos e pontos fortes( Threats, Opportunities, Weaknesses e Strenghts).

 

Priorizam-se as oportunidades identificadas por meio da análise situacional.

 

Nenhum plano de batalha sobrevive aos primeiros tiros. Ao longo da batalha, necessita-se de revisões constantes. Não raro precisa-se redesenhar o avião em pleno vôo.

 

Assegure-se de não estar perdendo mais tempo preparando planos do que conseguindo resultados. Boa parte do planejamento empresarial… é como ritual de dança da chuva. Não exerce qualquer efeito sobre as condições meteorológicas supervenientes.

 

Eficiência é fazer certo as coisas. Eficácia é fazer as coisas certas.

 

 

Posicionamento não é o que você faz com o produto. Posicionamento é o que se faz com a mente dos clientes em potencial.

 

Três grandes posicionamentos( que chamaram de ” disciplinas de valor”): Liderança do produto, excelência operacional e intimidade com o cliente. Alguns consumidores atribuem maior valor à empresa que oferece o melhor produto da categoria, outros preferem as que operam com mais eficiência, e ainda outros optam pela que melhor atende a seus desejos.

 

 

Preço

 

cínico é quem sabe o preço de tudo e não conhece o valor de nada !!!

 

Em todos os mercados existem 2 tipos de tolos- um cobra muito pouco , o outro cobra caro demais.

 

O culto aos preços premium sempre cria mercado para os concorrentes.

 

Quando se acerta no produto, não é preciso ser grande profissional de marketing.

 

Os melhores anúncios não são apenas criativos, vendem. A criatividade sozinha não é suficiente.

 

A propaganda deve ser vinculada às aspirações dos clientes. É o que faz empresas como a Ferrari, tiffany, Gucci e Ferragamo.  Na Revlon, por exemplo, o fundador diz que nas fábricas eles fabricam batons, mas nas propagandas eles vendem esperança.

 

A melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos. Quanto mais intensa a fidelidade dos clientes, menos se precisa gastar com propaganda.

 

A maneira mais rápida de matar um mau produto é anunciá-lo.

 

O público sabe que a propaganda exagerada é tendenciosa.

 

Relações públicas é algo que exige mais orações e menos remuneração.

 

A participação no mercado é indicador retrospectivo; a satisfação dos clientes é indicador prospectivo.

 

Hoje, as empresas são mais culpadas de falta de segmentação do que de excesso de segmentação.

 

O antídoto é dividir o mercado em vários níveis de potencial.

 

A qualidade dos serviços é uma das fontes mais promissoras de diferenciação e distinção .

 

Toda empresa é um negócio de serviços.

 

Sucesso e Fracasso no Marketing

 

O sucesso de uma empresa depende em última instância do sucesso de seus clientes e  parceiros.

 

O fracasso é apenas a oportunidade para começar de novo com mais inteligência.

 

Evite incorporar novas tecnologias em uma velha organização. O resultado será apenas uma velha organização mais dispendiosa.

 

Tendências na teoria e prática de Marketing

 

Do foco na atração de clientes para o foco na retenção de clientes.

 

A melhor maneira de aumentar a participação no mercado é aumentar a participação nas compras do cliente, ou seja, descobrir mais produtos e serviços a ser vendidos aos mesmos clientes.

 

Valor

 

Valor é a satisfação das exigências dos clientes, ao menor custo possível de aquisição, de propriedade e de uso.

 

O marketing é uma corrida sem linha de chegada

 

Os varejistas precisam investir para que o varejo deixe de ser tarefa maçante e se converta em experiência cativante. A experiência com a marca é muito mais forte do que a imagem da marca.

Vendas- O DNA que toda empresa deve buscar incessantemente

 

Não venda características ou recurso. Venda benefícios, resultados e valor. Quem quiser perder a venda, basta estender-se nos argumentos de venda.  Os vendedores devem acostumar-se com a rejeição.

 

Equilibrar sonhos e disciplina !!!

 

Estamos perdendo dinheiro com alguns clientes? Então, vamos deixar que comprem dos concorrentes e os sangrem, e não a nós.

 

Redistribuição global da riqueza e do poder econômico- Empresas como Louis Vuitton, Hermès, Gucci, Prada, Bmw, Rolex e muitas outras marcas abriram lojas em países em que a riqueza está crescendo com rapidez, como China, Brasil, ìndia, Rússia e México.

 

O perfil do cliente está mudando – famílias chefiadas por mulheres solteiras, mulheres casadas com homens mais jovens , aposentados de volta ao trabalho, profissionais que trabalham em casa, românticos de escritório, hispânicos protestantes e migrantes pendulares extremos.

 

Hoje o cliente tem poderes- Hoje o cliente é rei.   O cliente pode avaliar seus serviços no Google meu negócio, mais conhecido como google maps , ele pode fazer o mesmo em sua Fan page , e ai da empresa que tentar excluir o perfil no facebook e criar um novo, ao invés de responder ao cliente e solucionar algum eventual problema ou descaso ocorrido.  O mesmo se dá em blogs, comentários no youtube.  É melhor a empresa saber o que falam sobre ela para buscar melhorias do que não procurar e também não entender o porquê de de repente estar mal das vendas.

 

Busque ter/vender algo que ofereça preços mais baixos, qualidade superior e conveniência sem igual.

 

E, como os clientes também estão enfrentando problemas, é provável que pressionem do mesmo modo por descontos maiores

 

O melhor curso de ação é responder com rapidez o seu cliente.  Seja em mídias sociais, seja em email, telefonema, resolução de demanda.   Quanto antes você atender às exigências dos clientes, maior fidelidade ele terá para com a empresa.

 

Mude para conquistar a posição de baixo preço, mas preserve o valor e a promessa da marca.

 

Que elementos compõem a marca da empresa?  No mínimo, a marca deve envolver nome, logotipo e slogan. O nome do produto não deve ser dado de improviso.

 

Quais os critérios para dar nome à marca da empresa?

  1. memorável
  2. significativo
  3. aprazível
  4. transferível
  5. adaptável
  6. resguardável

 

A construção da marca não é tarefa só do departamento de marketing; é atribuição de toda a empresa. os empregados, fornecedores, parceiros ou distribuidores que não desempenham bem suas funções danificam a estima pela marca.

 

Extensão da marca é a denominação das situações em que se aplica o nome da marca a ítens que estão sendo lançados em outra categoria. Por exemplo, a Harley davidson dá seu nome não só às suas famosas motocicletas, mas também a outros ítens que os membros de seu clube, chamados Hogs ( porcos suínos) : Harley Owner Groups , compram com frequência para demonstrar sua identidade Harley( ou harleyro como preferem ser chamados)  . Os donos da harley podem ter canetas, anéis, chaveiros, canecas, relógios, carteiras, camisas, camisetas e vários outros ítens exclusivos da marca Harley Davidson, inclusive visitarem o famoso Harley Davidson Café em Las vegas e fazer a Rota 66 ( Route 66).   Aqui no Brasil temos diversos Harleyros que fazem a Rota da Serra do Rio do Rastro em santa catarina e colocam os patches nas jaquetas de couro com o maior orgulho.  Há os aventureiros que vão até Gramado, no Rio grande do Sul, onde tem um Pub harley Davidson lindo ( nós estivemos lá em janeiro de 2017) e realmente é muito lindo.  O público harley Davidson é extremamente exigente e faz da harley um estilo de vida.

 

A empresa que pude os inovadores pelas inovações que não correspondem às expectativas desencoraja a assunção de riscos.

Flexibilidade- vão além do óbvio

Atividade- vão além do pensamento e das idéias e partem para a ação.

Persistência- não desistem com facilidade

Engajadas- envolvem-se com as coisas

 

Para essas pessoas, a criatividade é uma experiência que lhes permite esquecer o passado e o futuro e imergir em um presente atemporal, que as mergulha em estado de autorrealização.

 

A empresa pode pedir sugestões aos clientes, inclusive para a identificação e para a solução de problemas.

 

*** Muitos chefes matam boas idéias por preferirem que os empregados se concentrem nas atividades rotineiras.

 

Os concorrentes são outro grupo a ser observado de perto, pois possibilitam que a empresa descubra o que os clientes gostam e desgostam nos produtos rivais. Para tanto, é preciso comprar os produtos dos competidores, desmontá-los e reconstruí-los com os melhores atributos.

 

 

a Biblia do marketing digital- claudio torres

 

Livro- A Bíblia do marketing digital do brasileiro Cláudio Torres

 

O consumidor busca informação- É o caso do Wikipédia que é uma grande enciclopédia colaborativa

 

O consumidor quer diversão, e nessa busca, o cliente acessa jogos online, charges, vídeos no youtube.

 

O consumidor estabelece relacionamentos.

 

Não podemos cair na tentação de invadir o ambiente do usuário sem consentimento.

 

Sempre que for planejar uma ação online, esqueça os computadores e os softwares e pense nas pessoas.

 

Trabalhe em etapas, acredite no boca-a-boca

 

É preciso ser muito criativo para fazer algo complicado parecer simples.  É muito fácil as coisas parecerem ou serem complicadas de usar.

 

A internet é uma rede de pessoas, não de computadores.

 

Você só está fora do ambiente de ferramentas de busca quando seu consumidor é fiel e retorna sempre direto a seu site ou quando ele vem por referência( indicação de outra pessoa).

 

Ou você entende o que está acontecendo ou é devorado pelo mercado… ou você escolhe ser o rolo compressor ou o asfalto.

 

Quando você ouve falar de marketing digital, publicidade online, marketing web, publicidade da Internet ou quaisquer outras composições criativas que se possa fazer dessas palavras, estamos falando em utilizar efetivamente a Internet como uma ferramenta de Marketing, envolvendo comunicação, publicidade, propaganda e todo arsenal de estratégias e conceitos já conhecidos na teoria do marketing.

 

Criar uma estratégia de marketing ativo e garantir que ela seja efetiva.

 

Crowdsourcing 

 

o termo crowdsourcing , cuja tradução é ” fonte coletiva”, é um neologismo para o ato de entregar para uma fonte indefinida, composta por um número grande de pessoas, uma tarefa que seria normalmente realizada por um empregado ou empresa.

 

Se você não investir em marketing digital, você não só estará abrindo mão de falar sobre sua empresa para seus consumidores como estará deixando abertas as portas para que todos falem sobre sua empresa sem que você tome conhecimento ou possa participar do processo( veja o google meu negócio por exemplo). Portanto, não se iluda: diferentemente das outras mídias, a Internet afeta seu negócio independentemente da sua vontade.

 

Publieditorial- Uma palavras criada para definir o post pago por uma empresa para que um blogueiro fale bem de um produto ou serviço.

 

No marketing de conteúdo o possível consumidor dá mais ênfase ao que está escrito do que à publicidade em sí. Surge então a necessidade de se criar uma estratégia de marketing baseada em conteúdo.

 

Para finalizar nosso modelo de aplicação do marketing digital, temos que considerar que, ao contrário do marketing convencional, na Internet os consumidores estão sempre inseridos em vários ambientes e contextos, de forna interligada e dinâmica. Isso significa que cada ação estratégica isoladamente pode e interferirá nas outras e, em muitos casos, é difícil separar de forma exata uma ação estratégica de outra.

 

O conteúdo dentro de um site é a primeira e mais importante forma de comunicação com o consumidor conectado. É fundamental que você planeje , crie e publique conteúdo em seu site para torná-lo mais visível na Internet e mais atraente ao consumidor.

 

O conteúdo é rei- ou melhor, Content is King. Essa frase ( ou essa profecia digital) foi dita nada mais nada menos por Bill Gates em 1996 , quando a Internet ainda engatinhava no Brasil e o provedor Uol, o maior provedor da América Latina, estava sendo lançado.

 

A idéia é gerar conteúdo genuíno, útil e relevante para o consumidor , isento de interferência comercial.

 

Oferta X demanda

 

Demanda negativa Casos em que o consumidor não quer ter que comprar o produto. Por exemplo: pagar por uma operação de vasectomia ou até mesmo um jazigo no cemitério.

 

Demanda inexistente Os consumidores não conhecem o produto ou não estão interessados nele. Por exemplo: as inovações, ou seja, produtos que acabaram de ser lançados no mercado, mas o consumidor ainda não os conhece.

 

Demanda latente Existe uma demanda para o produto, mas este ainda não está disponível no mercado. Por exemplo: um cigarro que não prejudique a saúde.

 

Demanda em declínio Os consumidores começam a comprar o produto com menos frequ- ência ou deixam de comprá-lo. São produtos que se encontram na fase de declínio em seu ciclo de vida. Produtos da moda, geralmente lançados por celebridades ou ícones de referência comportamental.

 

Demanda irregular As compras dos consumidores podem ser sazonais ou variar de acordo com o mês, a semana, o dia ou o horário. Restaurantes estão sujeitos a esse tipo de flutuação.

 

Demanda plena Os consumidores compram adequadamente todos os produtos colocados no mercado. É a situação ideal para qualquer marca.

 

Demanda excessiva Há mais consumidores interessados em comprar o produto do que produtos disponíveis. Por exemplo: apartamentos no litoral em época de férias ou feriados.

 

Demanda indesejada Os consumidores se sentem atraídos por produtos que têm consequências sociais indesejadas. Por exemplo: consumo de drogas ou filmes pornográficos.  –

É preciso conhecer os oito estados de demandas para desenvolver um produto

 

Cabe acentuar que a demanda pode ser alterada, desde que se identifique esse perfil e se desenvolva um plano de ação para modificá-la, caso seja necessário. Compreender a demanda de seu produto coloca o seu negócio à frente da concorrência, permitindo sanar ou prevenir problemas que possam surgir no percurso de desenvolvimento da empresa.

 

1.1.2 Necessidades, desejos, demandas e valor Para avançar no entendimento sobre marketing, vamos aprender as diferenças entre necessidades, desejos e demandas. Primeiramente, as necessidades são os requisitos básicos do ser humano; são questões relacionadas ao primordial, à sobrevivência (respirar, comer, beber, ter abrigo e proteção para o corpo).

 

As necessidades também se especializam à medida que ficam menos básicas: necessidade de descanso, de entretenimento, de prazer. “Essas necessidades tornam-se desejos quando direcionadas a objetos específicos que possam satisfazê-las” (KELLER; KOTLER, 2012, p. 8).

 

É importante destacar que os desejos são moldados pela sociedade e cultura às quais pertencemos. Por exemplo, um britânico terá desejo de comer ovos mexidos com bacon em seu café da manhã. Já um brasileiro sentirá falta de uma xícara de café com leite e um pão francês na chapa com manteiga. Na Inglaterra, é comum as pessoas comerem feijão no café da manhã – e mais: feijão doce, completamente diferente da lógica gastronômica brasileira! E as demandas? Demandas são desejos por produtos específicos, apoiados na capacidade de comprá-los.

Por exemplo, muitas pessoas querem um automóvel Porsche, mas poucos podem comprar um. “As empresas devem mensurar não somente o número de pessoas que desejam seu produto, mas também quantas estariam realmente dispostas a comprá-lo e teriam condições para isso” (KELLER; KOTLER, 2012, p. 8).

 

À medida que as empresas se modificam, a organização de marketing também se altera. O marketing não é mais um departamento responsável por um número limitado de tarefas: agora, ele é uma iniciativa que envolve a empresa como um todo e direciona sua visão, sua missão e seu planejamento estratégico (KELLER; KOTLER, 2012, p. 20).

 

Apenas ter um posicionamento claro que seja mostrado por meio de propaganda, de ações de merchandising, de marketing digital ou de relacionamento com o cliente não é o suficiente para uma empresa consolidar-se no mercado com seus valores e objetivos. É necessário que todos os departamentos estejam falando a mesma língua e compreendam qual é a política da empresa.

As ações de marketing apenas obtêm sucesso quando todos os departamentos da empresa trabalham juntos para atingir as metas: quando o departamento de engenharia projeta os produtos certos; o departamento financeiro disponibiliza os recursos necessários; o departamento de compras adquire materiais de qualidade; a produção trabalha com qualidade e dentro prazo; e a contabilidade mede com precisão a lucratividade dos diversos clientes, produtos e áreas (KELLER; KOTLER, 2012, p. 20

 

 

Resumindo: a satisfação se relaciona com aquilo que o cliente imagina e espera como resultado final de sua experiência de contato com a marca, ou seja, se suas expectativas são alcançadas ou não. E é aí que entra em ação o profissional de marketing! Seu papel é identificar, criar, comunicar, entregar e monitorar o valor da marca e seus consumidores.

Convenhamos, de nada adianta eu dizer que a minha marca oferece o melhor custo-benefício se eu não entrego um produto com qualidade para o meu cliente, mas ofereço descontos ótimos. Como se diz, muitas vezes o barato sai caro. Além disso, é necessário que seja bem-definido e selecionado o segmento de mercado para torná-lo mercado-alvo, e assim desenvolver um posicionamento claro na mente do consumidor sobre o diferencial que esse produto possui. Isso significa que é necessário ter o perfil claro de cliente para a empresa.

Por quê? Porque somente assim será possível entender o seu comportamento de consumo, e oferecer um produto mais bem adaptado para o seu perfil. Nesse momento, também devem ser bem delimitadas as características, os atributos e os diferenciais do produto, bem como seu preço e as cadeias de distribuição. Por fim, será o momento de comunicar o valor. Aqui, o “P” de “promoção” ganha força, pois será o estágio em que os meios e as estratégias de comunicação serão selecionados para anunciar e promover o produto. Então, perceba que o processo de entrega de valor é iniciado antes da criação do produto e perpassa todo o seu desenvolvimento, seguindo seu caminho, mesmo após seu lançamento no mercado, por meio de avaliações e monitoramento dos resultados de consumo.

 

Atividades primárias (1) Logística interna — levar materiais para dentro da empresa. (2) Operações — converter os materiais em produtos finais. (3) Logística externa — expedição dos produtos finais. (4) Marketing — inclui o setor de vendas. (5) Serviço – todas as formas de contato com os stakeholders.

 

Atividades secundárias (1) Aquisição – investimentos patrimoniais. (2) Desenvolvimento de tecnologia – aprimoramento de qualidade. (3) Gestão de recursos humanos – cuidados com o público interno da empresa. (4) Infraestrutura organizacional – necessidades internas para o bom andamento de suas atividades. Quadro 2 – Atividades estratégicas da cadeia de valor.

 

“O sucesso da empresa depende não só do grau de excelência com que cada departamento desempenha seu trabalho, como também do grau de excelência com que as diversas atividades departamentais são coordenadas para conduzir os processos centrais de negócios.” (KOTLER; KELLER, 2012, p. 37).

 

 

Com certeza não é a tarefa mais fácil que uma empresa deve realizar, mas é uma meta que deve sempre ser lembrada, a fim de buscar soluções e percepções para que seja bem executada. Vejamos a seguir cada um dos cinco processos centrais de negócios que precisam ser sistematizados para estarem em consonância com a cadeia de valor da empresa.

 

• • Processo de compreensão do mercado: operações vinculadas à coleta, disseminação e utilização de informações sobre o mercado pela empresa. • • Processo de desenvolvimento de nova oferta: ações ligadas à pesquisa, ao desenvolvimento e ao lançamento de produtos de alta qualidade, com rapidez e dentro do orçamento. • • Processo de conquista de clientes: atividades associadas à definição de mercados-alvo e à prospecção de novos clientes. • • Processo de gestão de relacionamento com clientes: operações sobre o desenvolvimento de relacionamentos, ofertas e acordos mais adequados para cada cliente. • • Processo de gestão completa do pedido: atividades vinculadas ao recebimento e à aprovação de pedidos, ao envio preciso de mercadorias e ao recebimento de pagamento.

 

ASSISTAM AO VÍDEO

 

 

 

 

 

 

 

Leave a comment