O Dono realmente é o Patrão?

O Dono realmente é o Patrão?

 

Desde crianças ouvimos essa célebre frase:  ” Quero ser patrão para ninguém mandar em mim”.

 

Com o tempo, refletindo sobre isso, nos damos conta que quem afirma tal frase é quem nunca teve empresa, comércio etc.

 

Desde cedo aprendemos que devemos ser grandes, mandarmos, sermos os ” tais“, e isso muitas vezes é um grande erro.  Mesmo grandes órgãos que ajudam as pessoas a serem empreendedoras , não mostram detalhes do que realmente é ter uma empresa.  Talvez para não causar desânimo, entre outros motivos.

 

O Empreendedorismo deveria ser ensinado desde cedo às nossas crianças, bem como a burocracia absurda existente em nosso País, pois é melhor criarmos cidadãos preparados e afim de mudanças, do que jovens sonhadores sem preparo algum.

 

Trabalhar por conta, ser ” patrão” é sim uma delícia se você tiver a  Liberdade como seu maior estímulo.   Sendo dono você poderá adotar idéias, medidas preventivas, medidas que levem a empresa adiante.  Porém, você terá obrigação de se interessar pela economia do País, pela inflação, pelos novos rumos que o País e o mundo passam.

 

Se você não se mantiver informado, não tiver uma visão de vanguarda, terá mais problemas do que o normal.  Esqueça essa idéia de que basta trabalhar muito e você prosperará, pois o conceito de muito é super relativo.  As vezes uma excelente idéia valerá mais do que um mês inteiro de trabalho…Ou um ano.

 

 

Cada cliente será seu patrão.  Não acredita?   Você verá que é ele quem determinará o melhor horário para funcionamento do seu comércio, como ele gosta de ser melhor atendido, e cada pedido dele será quase que uma ordem.  Nesse caso, a junção de questionamento dos clientes fará com que você tome decisões para melhoria.  Portanto saiba ouvir seu cliente, e muitas vezes o ” ouvir” será um olhar meio insatisfeito, um olhar curioso.  Vale muito a pena prestar atenção à postura corporal do cliente, bem como suas reações faciais e por aí vai.

 

 

Além disso você terá de ter empregados, e cada problema enfrentado por um empregado será também um problema seu.  Sabe por quê?   Primeiramente porquê são seres humanos, e você também é (nunca se esqueça disso, embora muitas vezes parece que somos cruéis como patrões), mas também porquê cada ausência de um funcionário resultará em custos para você.

 

 

 

 

Falando francamente, se programe sempre para saber que o funcionário custa 2 vezes mais do que o salário dele, entre encargos, Inss, fgts, férias, décimo terceiro, faltas e despesas que ele causa no trabalho, como água, luz, papel higiênico, comida, café… Não pense que calcular todos esses ítens é ser mesquinho, pois tudo tem custo e você arcará com isso.

 

Não caia na bobagem de pensar que basta repassar o custo para o cliente que estará tudo certo.  Antes disso, se organize, melhore a administração do seu negócio, se capacite afim de atingir um nível de organização onde se tenha qualidade de vida para todos, principalmente para os clientes e seus empregados.

 

Seus funcionários terão de ir ao médico, e se for convênio público, o descaso é tão grande que qualquer simples exame resultará em visitas desnecessárias…É trágico, mas é a realidade.

 

Além do mais, uma lâmpada que se queimar será custo seu para repôr.  Assim como quaisquer outros danos, melhorias.   E o preço da criminalidade está cada vez maior, então você terá que instalar grades, alarmes, monitoramento… Adivinha de onde vai sair isso tudo?

 

Você terá que ter um espírito empreendedor, administrador e aventureiro.   Mas vale a pena !!!

 

Você crescerá muito como ser humano, como empresário , como líder.   Os tempos mudaram e não há mais espaço para o ” patrão” que quer sentar em sua mesa, dar ordens e aguardar o retorno financeiro cada vez maior.   Esqueça !!!

 

Você terá que arregaçar as mangas e fazer a engrenagem rodar para que tudo prospere.  E sim, seus funcionários merecem fazer parte do conforto, das conquistas da sua empresa.   Explique para eles que todos fazem parte do projeto, e que a colaboração de todos fará com que a empresa vá bem.

 

Na hora de projetar, por quê não pedir a opinião deles? Ou você acha que só seu conhecimento é suficiente para executar um excelente projeto?  Lembre-se um detalhe que passa batido por você pode ser o diferencial de uma idéia corriqueira à uma idéia extraordinária.

 

Aqui em nosso negócio, que é um Atelier de Costuras, nós (os donos) sempre perguntamos a opinião das nossas funcionárias, e muitas vezes mudamos alguns detalhes de acordo com a opinião delas.   Nem tudo é festa, ninguém trabalha por esporte, mas com um ambiente favorável todos saem ganhando.  Se fizermos as contas passamos mais tempo no trabalho do que com nossos familiares, então é até uma questão de inteligência mantermos um clima bacana de se trabalhar.  Evidentemente nem todos pensarão assim, e cabe à você gerir a situação, e se uma pessoa não se adequar, não quiser entender, e você der várias chances…chegou a hora da pessoa procurar o que é melhor para ela, e você zelar pelo clima da sua empresa, que é patrimônio seu.

 

Esperamos que tenha gostado do nosso Post.

 

 

patrao

Fonte: Diferença patrão x líder

 

Camisa Pólo diminuindo o seu tamanho.

Transformando calça jeans em bermuda jeans.

 

 

Leave a comment