Feliz Dia dos Pais

São paulo, 09 de agosto de 2015

 

 

juju com o papai de rosto pintado

 

 

 

Hoje comemora-se o Dia dos Pais , essa data tão festiva e gostosa .

 

 

Eu sou pai de uma princesa de 5 anos e meio, chamada Ana Júlia.  No dia anterior tivemos um evento na escola dela, no Centro Renovo de Educação, onde os pais passaram cerca de 2 horas brincando com os filhos de queimada, futebol de botão, dama, xadrez, fazer pipa, jogar bolinha de gude e várias outras atrações.

Nós ( pais) acabamos ficando até assustados com a reação alegre dos filhos em geral.  Talvez assustados por nos darmos conta de que éramos felizes brincando com brincadeiras sadias, sem nenhum brinquedo eletrônico, e também assustados por muitas vezes não brincarmos assim com os nossos filhos.   E o mais gostoso de tudo, assustados pelo fato da criançada amar esse tipo de brincadeira.   Tudo bem que o fato delas saírem da rotina e brincarem com jogos diferentes sem dúvida alguma é fator primordial para se deliciarem, mas é bastante interessante percebermos o olhar de cada criança ao se deparar com algo totalmente novo, onde elas têm de quebrar a cabeça para entender a dinâmica dos jogos, sem truques, sem códigos de programação, sem ” touch screen” e por aí vai.

 

 

juju e papai na kombi do cre

 

 

juju jogando futebol de botao

 

 

 

No domingo fomos até meu sogro (pai da minha esposa), e eu como pai não tive qualquer outra opção de escolha, não me perguntaram se eu queria fazer algo diferente.  Mas tudo bem, todo ano é assim e eu tenho que entender que ele também é pai (quem sabe um dia o pai aqui poderá , nem que seja somente nesse dia, ter o direito de escolher algo).

 

Mas vamos lá, dramas à parte, almoçamos as 15 horas da tarde (prefiro não entrar em maiores detalhes).  O mais gostoso de tudo foi a minha princesinha acordar e vir me dar um super beijo e dizer que me ama muito.   Daí vimos alguns vídeos no youtube do dia dos pais, e inevitavelmente as lágrimas vieram à tona.  Não é fácil trabalhar mais de 12 horas por dia para tentar dar uma vida melhor para a família, tanto tempo de dedicação faz com que algumas ” coisas” fiquem pelo caminho , e nessa hora não há como não refletirmos em muitas situações e vem uma mistura de dor, angústia, carinho, admiração.

 

Depois também fui dar uma olhada no Facebook e vi várias declarações de amor dos familiares dos nossos clientes.   Claro que toda família tem problemas, outras mais, outras talvez menos, mas algumas coisas me chamaram muita atenção, como por exemplo ver uma família grande reunida, brincando, se divertindo.   De verdade, me deliciei virtualmente com várias famílias de vocês, nossos clientes.

 

A minha família não é lá muito fácil.  Muitos problemas, muitas decisões erradas, mágoas guardadas… fica difícil reunir todo mundo, e quando raramente isso ocorre, há aquele imenso cuidado no que falar, em como agir, como reagir.  A impressão que dá muitas vezes é que estou sendo vigiado até no meu respirar (e não é mania de perseguição, é fato) !

 

Há também o lado ” espiritual” envolvido, onde o fato de você ser de uma ” igreja” diferente dos pais, já é motivo de não gostarem de você.  Claro que isso não é admitido, mas as atitudes demonstram claramente.  Tenho saudades por exemplo da minha irmã de muitos anos atrás, onde muitas vezes quebrávamos o pau, mas tínhamos uma amizade de literalmente fazer inveja, cujos amigos falavam que por mim ela dava a vida afim de proteger-me , e por ela eu fazia o mesmo e se necessário tirava do que não tinha para dar para ela ( já que muitas vezes ela fez muito mais do que isso por mim).

 

A verdade é que com o passar dos anos nós vamos percebendo que as pessoas dão o verdadeiro valor para aquilo que elas empregam tempo e também o dinheiro.  É só observarmos aquela ” vozinha”, ou aquela ” mãe” que faz um bolo gostoso, um pudim delicioso e quer conversar com os familiares.

 

Não que eu desejasse conversar apenas coisas bobas, mesmo porquê família também enfia o dedo nas feridas. Mas daí só haver crítica, menosprezo, ofensas… de verdade; isso cansa e mata !!!

 

E o mundo sempre tentará te condicionar. Você tem que ser o melhor empresário, o melhor funcionário, o melhor aluno, o melhor pai e mãe, o melhor cristão, o melhor ser humano…. e ninguém aguenta ser perfeito a todo tempo e a corda arrebenta em algum lado; que pode ser no trânsito, no trabalho, mas geralmente percebemos que as pessoas estouram dentro de casa, daí vem mais brigas, discordâncias , separações… E há quem se alimente de desgraças, como por exemplo um governo que  dê esmola a troco de votos, e pseudo igrejas que querem pessoas na ” lama” para que assistam suas programações forjadas e caiam na arapuca deles.   Portanto a desgraça é fonte de enriquecimento de muita gente (CUIDADO)!

 

Mas hoje é segunda feira, dia de voltar ao trabalho…E acredito que eu tenha me tornado um Workaholic para evitar (ou camuflar) muitos problemas externos.  E, segundo o Wikipédia, Workaholic significa:

 

  1. Trabalhador compulsivo ou Workaholic meio que um “trabalhólatra” (também, adicto ao trabalho, dependente do trabalho ou workaholic) designa uma pessoa viciada em trabalho. Workaholic é uma expressão americana que teve origem na palavra alcoholic (alcoólatra).

 

 

Então é isso, desculpem o desabafo mas ando cansado de muitas cobranças e poucos exemplos.  De saco cheio de alguns parentes que não fazem nada, mas a única pergunta que sabem fazer é:

 

” vocês foram para a igreja ontem”?  Se dissermos que sim, fazem um sinal de positivo e acabou a conversa.  Se dissermos que não, cabe à minha esposa se humilhar e justificar os motivos pelo qual não fomos à igreja, daí talvez não digam nada, mas ficam de cara virada por uma semana, até irmos no domingo seguinte.

 

De verdade, tenho certeza que Jesus não é esse ” produto” que certas igrejas vendem, que se não formos num domingo ele nos punirá e permitirá que recaia sobre nós todas as pragas que rogam.   Eu amo minha filha, e quando ela crescer e se casar, eu não quero que ela chegue em mim ou ligue dizendo coisas do tipo:

 

‘ Papai, hoje eu pensei em você o dia inteiro, eu ajoelhei 3 vezes ao dia, eu deixei de comer, eu deixei de sair, eu deixei de ajudar alguém que precisava só pra vir até aqui papai.  Papai, me desculpe por não ter vindo aqui no domingo, por favor não me bata, não deixe eu morrer atropelada, não deixe que meus filhos (seus netos) morram em algum acidente”  (vocês não fazem ideia do terrorismo espiritual que algumas quadrilhas ditas evangélicas fazem com os fiéis, eu já passei por isso e conheço milhares de pessoas que passam).  Hoje frequentamos uma igreja totalmente diferente, e estamos lá há 7 anos… podemos garantir e comprovar que verdadeiramente é uma igreja dirigida pelo Espírito de Deus.

 

Eu quero uma filha que seja grata, que diga espontaneamente que me ama e tenha o prazer em ficar perto de mim.   Se ela tiver que ficar perto por obrigação, será sinal de que eu não soube transmitir o verdadeiro amor à vida.

 

Não se assustem com as minhas declarações pois o verdadeiro Jesus é o Deus de amor.  O que os homens fazem conosco é o que permitimos, mas Deus não está nessas furadas não.

 

Eu abençoo quem estiver lendo esses relatos, e desejo do fundo do meu coração que a família de vocês seja extremamente amorosa, que planeje encontros, que se ajudem em todos os sentidos e que sejam super felizes.

 

Sérgio- Ellegancy Costuras

 

 

juju jogando dama com o papai

Leave a comment