Brincando de ser Empresário no Brasil

 

Ser empresário no Brasil

 

Como esse Governo é bandido.

 
Numa canetada, o excelentíssimo Sr Michel temer e o raio que os parta resolve mudar sei lá o que e toda empresa é obrigada a adquirir um novo Certificado Digital para fazer homologação, fgts e tudo o mais.
 
E aí você é OBRIGADO A COMPRAR por 250 reais válidos por 1 ano, ou 560 reais válidos por 3 anos, mesmo que de repente você não esteja pensando em demitir ninguém.
 
Então a Contabilidade liga pra você e diz que o prazo vencerá em menos de 10 dias pra comprar um novo certificado do Certisign, e aí você entra no facebook deles ( Certisign) e vê que eles estão patrocinando o ” Rei Roberto Carlos” num cruzeiro, então tá explicado em boa parte essa lei repentina e o valor abusivo, pois é Governo+ Empresa+ O Rei , e alguém tem que pagar a conta.
 
Já pensou quantos milhões o Governo ganha numa única canetada que ele faz e que micro, médio e grandes empresários são obrigados a pagar ?
 
 
Por isso a indústria da ” legalidade” quer que as pessoas saiam da clandestinidade e passem a pagar o MEI e tal, pra depois a pessoa se tornar PJ e eles assaltarem na cara de pau. Meu desejo é o Sr temer fazer companhia a um outro ex presidente lá em Curitiba.
 
E pra ajudar, o INPI inventa sei lá o que e a gente é obrigado a pagar uma taxa ( além das normais) de 650 reais por conta da Patente da Marca e tal.
 
É sério, ser empresário ou brincar de ser empresário nesse País eu to começando a acreditar que é pra pessoa anormal, bipolar ou no mínimo muito corajosa, porquê não é mole não.
 
E tem gente inocente que ainda insiste em dizer que vida de Patrão é moleza… Mas claro, nunca foram patrões.
 
O patrão quase sempre é aquele que manda os filhos doentes pra escola, ou se tiver empregada em casa deixa com elas, mas ele sai cedo e volta tarde pra trabalhar. E se ele se sentir um monstro, de repente corre rapidinho pro banheiro pra chorar escondido e manter o foco na empresa. Ele não pode faltar e pegar atestado de acompanhante do filho. Faltar até pode, mas sua ausência quase nunca é suprida totalmente ( por melhor que seja sua equipe).
 
Patrão é aquele que vê sua mãe envelhecer, sua vó começar a ficar surda, ter problemas de saúde, mas ele mal tem tempo de vê-las, e se quiser vê-las tem que ser depois do horário ou aos domingos.
 
O patrão é aquele ser ” frio” , cujos funcionários tem problemas diversos e faltam ao trabalho , mas o patrão parece não sentir a dor de ninguém e só pensar na empresa, mas o Patrão quando tá com pouco serviço percebe que alguns colaboradores começam a procurar bicos por fora, então o Patrão parece não ter direito de ter um desempenho fraco, mas ele é desumano se não entender os problemas frequentes que alguns funcionários estejam passando. Crise?  Não, não existe crise financeira para o Patrão,  ele inventa coisas pra reclamar.   Existe até a indústria dos ” especialistas que te proíbem de falar em Crise,  pois se você disser essa palavra você é um fraco !!!
 
 
O patrão sempre ganha muito, e se ele reclama é porquê é ganancioso demais, reclama à tôa. Não interessa se o PIB tá lá embaixo, não interessa se em muitas famílias o desemprego já atingiu boa parte dos moradores. Não… o patrão tá reclamando demais.
 
 
Quando o patrão diz que ele fica espremido entre o Governo com Leis e tributos absurdos, entre Faltas de funcionários, atrasos na entrega e reclamação dos clientes por conta de preço alto e demora na entrega, é bobagem do patrão. Mas nem todos fazem horas extras pra aliviar os problemas quando algum parceiro de trabalho faltou por problemas diversos. O patrão que aguente as broncas dos clientes, afinal ele é o Patrão.
 
 
A arte de administrar Funcionários, clientes, governo, problemas diversos não é muito fácil não. Isso sem falar em pessoas que tiram de letra esses problemas, mas quando chegam em suas residências e tem de administrar relacionamento afetivo, filhos, parentes, finanças… Aí muitas vezes aquele(a) super administrador(a) se mostra passivo, inerte, anêmico.
 
 
Cada dia para o Empresário é uma novidade… E acreditem, o empresário também tem família que passa por problema, tem parentes que também tem desavenças, tem problemas financeiros, tem amigos , tem uma vida fora da empresa( ou deveria ter).
 
Ah, e também não interessa muitas vezes se o Patrão fica na loja das 8 às 19 horas ( fora o whats app até mais tarde), pois se o cliente quiser chegar ” 10 minutinhos” atrasados e o Patrão disser que não pode esperar, boa parte dos clientes ficarão super chateados e deixarão de ser clientes, por mais que o Patrão explique que já ficou 12 horas do dia, que tem uma filha que pouco fica com ela. Não interessa, se não me atendeu você não serve mais para mim porquê o seu concorrente me atenderá, e aí vira aquela chantagem emocional ( nem todos, que fique claro isso ).
 
 
Quer saber como realmente é a vida de um empresário(a)? Só sendo um(a). Do contrário, é como falar que sabe tudo sobre filhos sem ser Pai ou mãe.
 
 
Isso foi só um desabafo… agora deixa eu voltar ao trabalho pois não posso me dar ao luxo de filosofar muito pois o Temo não pára.
 
Um grande abraço.

Leave a comment